A Gravidade da Psoríase pode Influenciar o Risco de Diabetes Tipo 2

A Gravidade da Psoríase pode Influenciar o Risco de Diabetes Tipo 2
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Os Pesquisadores Descobrem mais Sobre a Relação Entre a Psoríase e Diabetes Tipo 2

As pessoas afetadas com Psoríase não estão apenas em maior risco de Diabetes Tipo 2, mas seu risco também aumenta de acordo com a gravidade da doença da pele, de acordo com pesquisas recentes da Faculdade de Medicina Perelman da Universidade da Pensilvânia na Filadélfia.

A equipe – liderada por Joel M. Gelfand, professor de dermatologia e epidemiologia – informa os resultados em um artigo que foi publicado recentemente no Journal of the American Academy of Dermatology.

“Nós sabemos que a psoríase está ligada a taxas mais elevadas de Diabetes”, explica o Profº. Gelfand, “mas este é o primeiro estudo a examinar especificamente como a gravidade da doença afeta o risco de um paciente”.

Ele e sua equipe sugerem que os resultados sustentam a ideia de que existe uma conexão biológica entre a Psoríase e Diabetes Tipo 2.

Psoríase e Diabetes

A Psoríase é uma condição médica séria que afeta cerca de 7,5 milhões de pessoas nos EUA. Desenvolve-se a partir de uma falha no sistema imunológico que interrompe a biologia normal da pele e das articulações.

Cerca de 80-90% das pessoas com Psoríase apresentam Psoríase em placas, uma condição inflamatória em que o sistema imunológico envia sinais defeituosos que tornam as células da pele crescidas demais.

À medida que as células atingem a superfície da pele e morrem, elas formam lesões que aparecem como cicatrizes vermelhas espessas cobertas com escamas prateadas. As lesões geralmente se desenvolvem nos cotovelos, palmas, rosto, couro cabeludo, parte inferior das costas, joelhos e solas dos pés, mas também podem afetar a boca, unhas, órgãos genitais e outros lugares.

Cerca de 40% das pessoas com Psoríase têm artrite Psoriática, que é uma forma da doença que causa inflamação nas articulações e tem sintomas semelhantes aos da artrite.

As pessoas com Psoríase são mais propensas a outras doenças, incluindo a Diabetes Tipo 2, uma doença que se desenvolve quando o corpo não pode efetivamente usar insulina. A insulina é um hormônio responsável em converter o açúcar no sangue, ou glicose, em energia para as células.

A grande maioria dos 30 milhões de pessoas nos EUA que têm Diabetes, tem Diabetes Tipo 2.

Maior Psoríase, Maior Risco de Diabetes

Para o estudo, o Profº. Gelfand e sua equipe usaram dados em dois grupos de adultos – 8.124 com Psoríase e 76.599 sem – que foram acompanhados por cerca de 4 anos.

Os dados, que vieram de uma pesquisa de médicos de clínica geral no Reino Unido, incluíram uma medida da gravidade da psoríase chamada área de superfície corporal (BSA), que dá a porcentagem do corpo que é afetada pela doença. Nos EUA, cerca de 20% das pessoas com Psoríase possuem uma BSA de 5% ou mais.

A partir dos dados, os pesquisadores puderam ver que 3,44% (280 pessoas) do grupo de psoríase e 2,44% (1.867) do grupo não Psoríase foram diagnosticados com Diabetes durante o acompanhamento.

Depois de ajustar o efeito potencial de outros fatores de risco de Diabetes – como idade, sexo e índice de massa corporal (IMC) – eles descobriram que as pessoas afetadas pela Psoríase com uma BSA de até 2% tinham um risco 21% maior de desenvolver Diabetes em comparação com aqueles sem Psoríase.

Mas provavelmente o resultado mais dramático do estudo foi como a gravidade da Psoríase, medida pela BSA, afetou o risco de Diabetes.

Os resultados mostraram que as pessoas com Psoríase com BSA de 10% ou mais tinham um risco 64% maior de desenvolver Diabetes em comparação com pessoas sem Psoríase.

Além disso, eles mostraram que acima de 10% de BSA, o risco de Diabetes em pacientes com Psoríase em relação a pacientes que não tem Psoríase aumentou mais 20% para cada aumento de 10% em BSA.

“O tipo de inflamação observada na Psoríase é conhecida por promover a resistência à insulina, e a Psoríase e o Diabetes compartilham mutações genéticas semelhantes, sugerindo uma base biológica para a conexão entre as duas condições encontradas em nosso estudo”. Profº. Joel M. Gelfand.

Os pesquisadores propõem que, além do alvo rotineiro de pacientes com psoríase para prevenção de Diabetes, também há exames de rotina para garantir que aqueles cuja gravidade da doença atinja 10% de BSA ou superior sejam especialmente direcionados.

Fonte: Medical News Today, 16/11/2017, por Catharine Paddock, PhD.

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.
Compartilhar: