Fatores Preditivos de Declínio da Função Renal em Pacientes Idosos com DM2: Dados de 20 Anos de Estudo Retrospectivo

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Autores:

T. Kikuchi , K. Enooku , A.Kushiyama , 1 1 1 K. Tanaka , Y. Yoshida , Y. Iwamoto ; 1O para Adulto Diseases- Asahi Life Foundation, Diabetes e Doenças Metabólicas, Tóquio, 2 Japão; University de Tóquio, Medicina Interna, Tóquio, Japão;

Fonte:

Endocrine Today.

Background

As complicações diabéticas, especialmente a nefropatia diabética, são doenças progressivas e para se observar o curso natural são necessárias décadas. De fato, seguir os pacientes por longo tempo em uma única instituição é muito difícil.

Objetivo

Nosso hospital foi fundado há mais de 50 anos, e muitos pacientes são acompanhados por longo prazo por especialistas em Diabetes. Assim, buscou-se investigar como a função renal evoluiu ao longo de um período de 20 anos, entre 1995 e 2014, em pacientes com DM2 e quais fatores de risco foram associados com a deterioração da função renal.

Método

Foram incluídos pacientes que preencheram os seguintes critérios:

(1) aqueles que que realizaram mais de 3 consultas por ano a partir de janeiro de 1995 a janeiro de 2014,

(2) diagnosticados como portadores de DM2 ou pré-Diabetes com base na HbA1c (≥5.7%) em 1995,

(3) nascidos antes de 1950.

Foram calculados, em cada um dos pacientes, as médias de peso corporal, índice de massa corporal (IMC), pressão arterial e valores de exames laboratoriais, entre 1995 e 1999. Foram calculados os níveis médios de creatinina, de 1995-1999 e 2010-2014, e considerada a diferença entre os dois como declínio da função renal. Foram realizadas análises a correlação de Spearman para investigar as relações das diferenças dos dois níveis médios de creatinina com as médias de cada parâmetro entre 1995 e 1999, e conduzida análise de regressão linear múltipla utilizando as diferenças dos dois níveis médios de creatinina como objetivo variável.

Resultados

Um total de 199 pacientes preencheram os critérios de inclusão (71,9% do sexo masculino). A idade média em 1995 foi de 57,9 anos (IQR 52,7-62,0), e a média do 2 IMC era de 22,5 kg/m (IQR 20,9-24,6). Com base na análise de correlação, idade, IMC, pressão arterial sistólica, HbA1c, gamaglutamil transferase (GGT), ácido úrico foram todos fortemente correlacionados com o declínio nos níveis médios de creatinina. A regressão linear múltipla mostrou que a idade, HbA1c, e GGT tiveram correlação significativa com o declínio dos níveis médios de creatinina.

Discussão

Para resumir este estudo, em pacientes idosos com DM2, a idade avançada, maior HbA1c, e maior GGT podem estar associadas com o declínio nos níveis de creatinina no futuro. GGT sérico elevado é relatado por ser um marcador de estresse oxidativo e estresse oxidativo pode explicar a correlação entre GGT e declínio da função renal observada neste estudo.

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.