Liraglutide: Uma Nova Alternativa no Tratamento do Diabetes Tipo 1?

Liraglutide: Uma Nova Alternativa no Tratamento do Diabetes Tipo 1?
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

ORLANDO – Nova pesquisa sugere que a adição de liraglutide (Victoza, Novo Nordisk) ao agonista do receptor do peptídeo 1 (GLP-1 ) à insulina pode oferecer múltiplos benefícios para pacientes com Diabetes Tipo 1.


Dr. Paresh Dandona

As descobertas de um estudo randomizado, controlado por placebo, durante 1 ano, duplo-cego, em 46 adultos com Diabetes Tipo 1 foram apresentados em 24 de junho em um pôster de última hora aqui na American Diabetes Association (ADA) 2018 Scientific Sessions por Paresh Dandona, MD, PhD, chefe da divisão de endocrinologia da Universidade Estadual de Nova York, em Buffalo. 

Durante uma coletiva de imprensa, Dandona observou que, desde a descoberta da insulina, em 1921, “tivemos melhorias na administração de insulina e novos análogos de insulina, mas ainda estamos longe de atingir os alvos na população de Diabetes Tipo 1. Então, claramente, algo adicional é necessário.”

Em 2011, logo após o liraglutide ter sido aprovado nos Estados Unidos para o tratamento do Diabetes Tipo 2, Dandona e colaboradores publicaram um pequeno estudo de 12 semanas demonstrando melhora no controle glicêmico, perda de peso e redução da pressão arterial sistólica com o agente em 14 pacientes Diabetes Tipo 1.

Agora, descobertas semelhantes foram vistas neste estudo mais longo de 46 pacientes financiados pelo National Institutes of Health.

Dandona disse acreditar que as melhorias são um efeito de classe, já que estudos de outros agonistas do GLP-1 também mostraram benefícios no Diabetes Tipo 1.

“Os agonistas dos receptores de GLP-1 – o liraglutide é um representante aqui – podem ser eficazes no Diabetes Tipo 1, proporcionando controle adicional, diminuição das oscilações glicêmicas e melhores desfechos cardiovasculares”, observou ele.

O mecanismo para a redução de HbA1c no Diabetes Tipo 1 com agonistas do receptor GLP-1 é provavelmente causado pela supressão do glucagon, desaceleração do esvaziamento gástrico, supressão do apetite e perda de peso, ele observou.

O endocrinologista Fabiano M. Serfaty, diretor médico da Clínica Serfaty, Rio de Janeiro, Brasil, e um consultor para o site em português do Medscape concorda, chamando o liraglutide de possível novo ator no tratamento do Diabetes Tipo 1.

“Existem outros hormônios além da insulina que afetam os níveis de açúcar no sangue, como o glucagon, GLP-1, polipeptídeo inibitório gástrico, amilina, cortisol, hormônio de crescimento e epinefrina… Pacientes com Diabetes Tipo 1 têm comprometimento da função das células beta, então a insulina e a amilina estão reduzidas ou ausentes e o GLP-1 não pode agir adequadamente”, explicou Serfaty.

Fonte: Medscape , por Miriam E. Tucker- 09 de julho de 2018.

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.
Compartilhar: