O que é importante para o seu paciente?

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Sexo masculino, 26 anos de idade, diabetes do tipo 2, obesidade, hiperlipidemia, hipertensão. forte história familiar de diabetes tipo 2 com complicações, Paciente diagnosticado há  2 anos atrás.

Consultou-se com  nutricionista, não fez mudanças na dieta, não realizou  aumento da atividade física ou tomou os remédios prescritos para reduzir sua glicemia. A dosagem de  A1C estava em  9,2% e aumentando  a cada 3 meses.

Ele também tem faltado a várias consultas.

Declarou: “Nada vai se incomodar. Talvez tenha acontecido com  minha família, mas isso foi há um tempo diferente e isso não irá acontecer comigo. Eu estou vivendo e quero desfrutar a minha vida.”

Eu poderia ter falado com ele mais sobre a prevenção da cegueira, amputações, doenças cardíacas, etc., mas não tinha a certeza de que ele estivesse preocupado  neste momento sobre isso.

Ele tem uma vida sexual ativa, então eu  discuti com ele seu maior risco de disfunção erétil , devido ele não cuidar de seu diabetes, foi o que  chamou sua atenção., pois isso significava algo importante  para ele.

Ele começou a mudar seus hábitos . Desde então , assumiu  e não mais faltou às consultas, fez algumas mudanças no  estilo de vida, que incluía tomar seus remédios e monitorar sua glicose. 6 meses depois, sua A1C já estava em  6,6%, glicemia,  lipídios e pressão arterial nos níveis alvo e perdeu peso.

Lições aprendidas:

  • Atender seus pacientes como eles são e onde estiverem
  • Descobrir o que é importante para seus pacientes e usar o que é importante para eles para ajudar a motivá-los.
  • Sempre individualizar o plano de tratamento do  diabetes  para cada  um paciente e discutir com ele ou com ela.

Fonte: diabetesincontrol de 19 de julho de 2016

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.