Ômega-3 pode ajudar na prevenção da retinopatia diabética em indivíduos de meia-idade e idosos com diabetes tipo 2

Ômega-3 pode ajudar na prevenção da retinopatia diabética em indivíduos de meia-idade e idosos com diabetes tipo 2
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Fonte: JAMA Ophthalmology, publicação online, de 18 de agosto de 2016

A retinopatia diabética (RD) é uma complicação séria em indivíduos com diabetes mellitus tipo 2. A retina é rica em ácidos graxos poli-insaturados de cadeia longa ω-3 (LCω3PUFAs), que são substratos para as oxilipinas, com propriedades anti-inflamatórias e anti-angiogênicas. Modelos experimentais reforçam a proteção contra RD com a ingestão de alimentos com LCω3PUFA, mas faltam dados clínicos.

No final de 2015, um estudo prospectivo dentro do ensaio clínico randomizado Prevención con Dieta Mediterránea (PREDIMED), testando dietas mediterrâneas suplementadas com óleo de oliva extra-virgem ou nozes versus uma dieta controle para a prevenção cardiovascular primária, foi conduzido em centros de cuidados de saúde primários na Espanha. De 2003 a 2009, 3.614 indivíduos, com idades entre 55 e 80 anos, com diagnóstico prévio de diabetes tipo 2, foram recrutados. Os dados completos estavam disponíveis para 3.482 participantes. Os pacientes precisavam cumprir a recomendação de ingestão dietética de LCω3PUFA de pelo menos 500 mg/dia, para a prevenção cardiovascular primária, tal como avaliado por um questionário de frequência alimentar validado.

O principal resultado foi a RD incidente exigindo fotocoagulação a laser, vitrectomia e/ou terapia anti-angiogênica confirmada por um comitê de julgamento externo.

Dos 3.482 participantes, 48% eram homens e a média de idade era de 67 anos. Um total de 2.611 participantes (75%) seguiu a recomendação dietética com LCω3PUFA. Durante um período de acompanhamento médio de 6 anos, foram documentados 69 novos eventos. Após ajustes para idade, sexo, grupo de intervenção, estilo de vida e variáveis clínicas, os participantes que cumpriram a recomendação LCω3PUFA no início do estudo (≥500 mg/dia) em comparação com aqueles que não cumpriram esta recomendação (<500 mg/dia) apresentaram redução de relativamente 48% no risco de RD com risco para visão, com uma taxa de risco de 0,52 (IC 95%, 0,31-0,88; P=0,001). Esta associação foi ligeiramente mais forte para a ingestão de LCω3PUFA atualizada anualmente (risco relativo, 0,48; IC 95%, 0,28-0,82; P=0,007).

As conclusões mostram que indivíduos de meia-idade e idosos com diabetes tipo 2, que ingerem pelo menos 500 mg/dia de LCω3PUFA na dieta, facilmente alcançável com duas porções semanais de peixes oleosos, apresentam diminuição no risco de RD com risco de danos à visão. Os resultados estão de acordo com os resultados de modelos experimentais e com o atual modelo de patogênese da retinopatia diabética.

NEWS.MED.BR, 2016

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.