Cirurgia Bariátrica cresce no Brasil

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.
Atualmente, obesidade atinge cerca de 30 milhões de pessoas no país.

Conforme estimativa da Organização Mundial da Saúde (OMS), até o final de 2015 haverá no mundo cerca de 700 milhões de obesos. Caracterizada pelo excesso de gordura no corpo, a obesidade atinge atualmente no Brasil cerca de 30 milhões de pessoas. Somadas aquelas com sobrepeso, esse número chega a 95 milhões de brasileiros. Além de estimular o surgimento de inúmeras complicações de saúde, a obesidade também pode acarretar ao paciente dificuldades de desempenho no trabalho e no relacionamento social.

Como alternativa para atender a demanda, especialmente nos casos em que a obesidade traz prejuízos à saúde e o tratamento clínico se mostra ineficaz, a cirurgia bariátrica vem se consolidando como um tratamento seguro e efetivo. Investimentos em unidades especializadas promovem o avanço tecnológico e de profissionais, tornando o Brasil referência mundial no assunto.

Com cerca de 80 mil intervenções cirúrgicas por ano, o país só fica atrás dos EUA no número de procedimentos realizados. Ao longo dos últimos 10 anos, houve um crescimento de 300% na área. Já a taxa de mortalidade, de acordo com a Sociedade Brasileira de Cirurgia Bariátrica e Metabólica, não ultrapassa 0,15%.

Também conhecida como cirurgia da obesidade, a cirurgia bariátrica reúne técnicas destinadas ao tratamento do excesso de gordura corporal e das doenças associadas à obesidade ou agravadas por ela (comorbidades). A indicação cirúrgica deve ser decidida sob a análise médica de três critérios: IMC (índice de massa corporal), idade e tempo de evolução da doença. Quando o médico e o paciente se convencem de que se esgotou a tentativa de tratar a obesidade exclusivamente pela mudança do estilo de vida, atividade física regular, dieta adequada e manejo medicamentoso, a alternativa é recorrer ao tratamento cirúrgico.

Considerado um dos mais modernos núcleos da Região Sul, o Centro de Cirurgia da Obesidade (CCO) do Hospital Mãe de Deus de Porto Alegre (RS), colabora para consolidação da técnica no Brasil. A estrutura conta com uma equipe formada por diferentes profissionais especializados no manejo da doença, como endocrinologistas, gastroenterologistas, psiquiatras, nutricionistas, enfermeiras, fisioterapeutas, cirurgiões plásticos e clínicos gerais. Primeiramente, o paciente é recebido para uma consulta inicial com o cirurgião bariátrico, que irá definir os critérios para indicação do procedimento bariátrico.

“Logo após, realizamos os exames pré-operatórios e a avaliação com a equipe multidisciplinar, a fim de checar as condições de saúde e/ou a existência de comorbidades. A avaliação pré-operatória otimiza a segurança e os resultados positivos da cirurgia bariátrica. Após esta etapa, retorna com o cirurgião bariátrico para definir a técnica a ser empregada e agendar a cirurgia”, comenta o Dr. Gerson Junqueira Jr., gestor do Serviço de Cirurgia Digestiva do HMD e coordenador do CCO. Este processo dura em média 30 a 60 dias.

Compondo o Instituto de Cirurgia e Trauma do HMD, o centro dispõe de um ambulatório recentemente inaugurado com capacidade para 900 consultas/mês para diferentes tipos de intervenções de baixa, média e alta complexidade. A estrutura possui a vantagem de reunir, em um único local, quatro salas de atendimento e secretaria exclusiva.

“Essa configuração agiliza a recepção e o encaminhamento do paciente, sem a necessidade de competir com outras demandas que dependem do bloco cirúrgico do hospital, local onde realizamos a cirurgia bariátrica”, explica o Dr. Junqueira.

A cirurgia videolaparoscópica, procedimento cirúrgico minimamente invasivo e aplicável a todas as técnicas bariátricas, confere aos pacientes operados no CCO menores índices de complicações, menor período de internação e retorno às atividades cotidianas e laborativas mais precoce. Conforme o Dr. Junqueira, para aumentar as chances de sucesso no combate à obesidade, a família do operado é envolvida desde a primeira consulta. “Essa participação é fundamental para estabelecermos novos hábitos comportamentais e alimentares do paciente. É preciso que a família estimule, por exemplo, uma vida mais ativa e refeições mais saudáveis a fim de reduzir o risco de reganho de peso”.

A equipe de cirurgiões bariátricos do CCO acumula mais de 15 anos de atuação e centenas de cirurgias bariátricas já realizadas.

Como forma de chamar a atenção da população para os riscos da obesidade e esclarecer dúvidas sobre a cirurgia bariátrica, o Centro de Cirurgia da Obesidade realiza este ano um ciclo de palestras gratuitas no Auditório do Hospital Mãe de Deus – Rua José de Alencar, 286, bairro Menino Deus.

Os encontros ocorrem na última quarta-feira de cada mês.

Mais informações sobre a programação podem ser obtidas através do telefone (51) 3230-6992.

 

Fonte: Portal Revista Hospitais Brasil

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.