Em um Ensaio Histórico, a Imunoterapia Mostrou-se Segura para o Tratamento do DM1

Em um Ensaio Histórico, a Imunoterapia Mostrou-se Segura para o Tratamento do DM1
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

A imunoterapia demonstrou ser segura para o tratamento da DM1 em um estudo controlado por placebo.

O DM1 é considerado um transtorno auto-imune, então isso significa que a imunoterapia poderia ser usada para tratá-lo ? Um trabalho histórico investigou a segurança de tal abordagem terapêutica.

Os Centros para Controle e Prevenção de Doenças (CDC) relatam que até 1,05 milhões de pessoas nos Estados Unidos – ou 5% da população diabética do país – têm Diabetes Tipo 1 .

A condição é entendida como sendo uma desordem auto-imune em que o sistema imunológico do corpo – suas células T, especificamente – não reconhece as células beta produtoras de insulina do pâncreas e as ataca equivocadamente. Atualmente, não existem tratamentos para evitar que células T matem as células beta do corpo.

Apesar da crença de que o Diabetes Tipo 1 é uma condição auto-imune, poucos estudos testaram os possíveis benefícios das imunoterapias no tratamento da doença, talvez devido a preocupações de que possam piorar.

Para Diabetes Tipo 1, as imunoterapias consistem em moléculas que imitam um péptido de proinsulina. Neste contexto, pesquisadores baseados no Reino Unido analisaram os benefícios da imunoterapia em um julgamento histórico que incluiu um grupo de controle de placebo .

O primeiro autor do estudo é o Dr. Mohammad Alhadj Ali, da Faculdade de Medicina da Universidade de Cardiff no Reino Unido, e o autor correspondente é Mark Peakman, Ph.D., professor de imunologia clínica no King’s College de Londres, também no Reino Unido

Os resultados foram publicados na revista Science Translational Medicine.

Por: Ana Sandoiu.

Fonte: Medical News Today , de 10/08/2017.

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.