Livalo Reduz HbA1c em Pacientes com Diabetes Mal Controlado

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Autor: Huang CH, et ai. J Diabetes Investig.2016; doi: 10,1111 / jdi.12483.

Fonte: Endocrinetoday.

Adultos de Taiwan com DM2 mal controlado,virgens de tratamento com estatina ou em uso de atorvastatina prescrita para dislipidemia tiveram uma redução na HbA1c ao se adicionar ou mudar para a terapia com Livalo, segundo a pesquisa publicada no Journal of Diabetes Investigation.

Brend Ray-Sea Hsu, MD, PhD, do departamento de medicina interna do Chang Gung Memorial Hospital e Chang Universidade Gung em Taoyuan, Taiwan, e colegas analisaram dados de 340 pacientes com DM2 tratados com Livalo (pitavastatina, Kowa Pharmaceuticals) ou atorvastatina para dislipidemia, entre agosto de 2013 e maio de 2014. Dentro da coorte, 96 pacientes foram tratados com pitavastatina (idade média de 61 anos; 45,8% homens; duração do Diabetes, 5,1 anos); 100 pacientes com prescrição de atorvastatina foram transferidos para pitavastatina (idade média de 64 anos; 49% homens; duração do Diabetes, 10,1 anos); 144 pacientes continuaram com tratamento com atorvastatina (idade média de 65 anos; 53,5% homens; duração média doDiabetes, 10,5 anos). Os investigadores avaliaram o perfil lipídico e HbA1c em 222 doentes que não alteraram seu tratamento para Diabetes no início do estudo, 3 e 6 meses.

Entre os pacientes com virgens de tratamento para estatina tratados com pitavastatina, os investigadores encontraram uma correlação negativa entre o delta HbA1c da linha de base e em 6 meses após o ajuste para idade, IMC, dose de pitavastatina, taxa de filtração glomerular e colesterol HDL (correlação Spearman =-0,358; P=0,016); a associação negativa foi mais forte em pacientes que mudaram de atorvastatina para pitavastatina após o ajuste (correlação Spearman =-0,478; P=0,001)

Pesquisadores classificaram os participantes em cada um dos três grupos de HbA1c da linha de base em tercis e encontrou uma melhora significativa na HbA1c no terceiro tercil de HbA1c da linha de base, tanto no grupo virgem para estatina e quanto no grupo atorvastatina-pitavastatina. No tercil de pior de pacientes no grupo de início com pitavastatina, a HbA1c caiu de 8,1% para 7,4% aos 6 meses (P=0,018); No tercil de pior controle do grupo atorvastatina-pitavastatina a HbA1c caiu de 9,7% para 9% (P=0,015).

“A diminuição de 0,7% na HbA1c apenas mudando de uma estatina para outra estatina da mesma categoria de potência é rentável”, disse Hsu à Endocrine Today. “Devemos considerar o efeito de diferentes estatinas no controle glicêmico e mudar a estatina quando indicado, antes de intensificar os agentes anti-diabéticos em pacientes com dislipidemia e Diabetes mal controlado. Além disso, ensaios em grande escala são necessários para avaliar os resultados a longo prazo do tratamento com diferentes estatinas em pacientes com Diabetes e dislipidemia.”

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.