O Impacto Econômico e Associações com Cetoacidose Diabética Recorrente no Diabetes Mellitus Tipo 1

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

 Autores:

M.L. Byrne1, C. Garrett2, J. Collins3, S.A. Amiel1, K. Ismail2, S. Thomas3, D. Hopkins1; 1Diabetes Research Group, 2Diabetes and Psychiatry Research Group, King’s College London, 3Dept of Diabetes & Endocrinology, Guy’s and St Thomas’ Hospital, London, UK.

Fonte:

Congresso EASD 2015, em Estocolmo.

Histórico e Objetivos:

Para uma pequena, porém de alto risco, sub-população de pacientes de Diabetes Mellitus Tipo 1 (DM1), o autocontrole é extremamente difícil e caracterizado por episódios recorrentes de interna- ções por cetoacidose diabética recorrente. Estudos econômicos demonstraram que pacientes com DM1 que apresentem episódios de CAD recorrentes (CAD-R) custam 1,4 – 2,2 vezes mais do que o paciente DM1 que não tenha crises de CAD, com aumentos posteriores para os pacientes com CAD-R. Atualmente, não existem estudos do Reino Unido que tenham analisado os custos com os encargos de planos de saúde de pacientes com internações relacionadas a CAD-R. Para compreender as razões da CAD-R e o seu impacto econômico, revisamos dados de todos os indivíduos com internações recorrentes por CAD, ao longo de 8 anos, em dois hospitais-escolas no centro da cidade. Materiais e Métodos: Análise retrospectiva de bioquímica combinada (HbA1c), demografia (idade, sexo, etnia e condições sócio-econômicas e de utilização de recursos de saúde) dados de utilização de recursos de saúde (atividade de paciente ambulatorial e hospitalar) coletados entre 2006-2014 para pacientes de DM1 com CDA-R em uma área de captação geográfica em Londres, Reino Unido. Pacientes CDA-R foram identificados por presença de 3 ou mais episódios de internações por CAD em comparação com a população DM1 local. Os custos foram calculados usando a Agenda Nacional do Reino Unido de Custos de Referência (2010-2011) e tarifas de boas práticas de NHS, referentes aos episódios CAD após abril de 2013.

Resultados:

68 pacientes com idade média de 27,8 (±12,5) anos, tinham um total de 407 internações hospitalares (média 6.0 CAD internações/paciente, faixa 3-24) com ocupação total de leito para CAD de 1.373 dias (média 3,4 dias/admissão). Internações recorrentes por CAD tenderam a “aglomerar-se”, com 43,2%, ocorrendo em um intervalo de 3 meses do episódio anterior. O custo total de interna- ções por CAD foi de £360.093 [€493.829] (£5.295/ paciente [€7.262]). Além disto, outras consultas de pacientes internados relacionadas ao Diabetes ou não, custaram £ 227.640 [€ 312.184] e £ 171.581 [€ 235.305] respectivamente. Esses pacientes também usaram em grande número os serviços ambulatoriais para Diabetes (média de 5,4 consultas clínicas de Diabetes/ano), porém compareciam pouco, faltando a 34,8% das consultas. O custo anual total de cuidados ‹rotineiros› com o Diabetes foi de £ 317.565 [€ 435.507] (£ 584/paciente/ano [€ 801]). O uso de consultas não relacionadas ao Diabetes foi muito alto, totalizando £ 264.595 [€ 362.864]. Comparado ao grupo-base DM1, o grupo CAD-R foi associado à maior privação socioeconômica (pontuação de índice médio de privação 32,9 ±10,5 contra 29,5 ±9,8; p=0,01) e condição étnica minoritária (62% contra 27% de etnia não caucasiana, p<0,01). Nos pacientes com dados de prontuário médico completos (n=37) o controle glicêmico foi consistentemente ruim, com média de HbA1c 101 (±30.6) mmol/mol e 92 (±20.7) mmol/mol (p=0.10) Somente 16,7% compareceram à palestra estruturada sobre Diabetes, 88,9% perceberam problemas na adesão e 30,6% tiveram diagnóstico clínico de depressão.

Conclusão:

Estes dados demonstram que pacientes com CAD-R resultam em altos custos com planos de saúde. Episódios de CAD possuem tendência a ‘agrupar-se’, mas ocorrem em um pano de fundo de pouca adesão ao tratamento e não comparecimento ambulatorial de longa data. Tal comportamento sugere dificuldades psicológicas de longo prazo e se enquadrariam em internações agudas relacionadas a implicações regulatórias. Portanto, intervenções psicológicas e sociais específicas capazes de reduzir moderadamente a frequência de CAD teriam impacto econômico significativo.

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.