Pesquisadores Afirmam: Maior Risco de Queda para Pessoas com Retinopatia Diabética

Pesquisadores Afirmam: Maior Risco de Queda para Pessoas com Retinopatia Diabética
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Um estudo realizado em Cingapura com mais de 9 mil pessoas sugere que aquelas com retinopatia diabética tem maior risco de quedas

As pessoas com retinopatia diabética moderada apresentaram ser quase duas vezes mais propensas a cair em comparação com pessoas com Diabetes que não tiveram problemas visuais, enquanto as pessoas com retinopatia leve apresentaram um risco aumentado de 81%.

O estudo também descobriu que as pessoas com retinopatia diabética tinham um risco maior de queda de 31% em comparação com pessoas sem Diabetes.

Embora essas descobertas sejam desconcertantes, as pessoas com Diabetes podem tomar medidas para reduzir o risco de retinopatia diabética e controlar a retinopatia existente, através da normalização dos níveis de glicemia e pressão sanguínea e submetendo a exames oftalmológicos anuais com um especialista.

O professor Ecosse Lamoureux, do Singapore Eye Research Institute e a Duke-NUS Medical School, em Cingapura, foi o principal investigador do estudo. Explicando as descobertas, ele disse: “Alterações nos níveis de glicose no sangue em Diabetes causam alterações nos vasos sanguíneos da retina que inundam, sangram ou vazam fluidos na parte de trás do olho.

“A retinopatia diabética causa não apenas perda de visão, mas também redução nos componentes do sistema de função visual de envelhecimento, como sensibilidade ao contraste, acuidade estéreo e percepção de cor, o que pode resultar em baixa estabilidade postural e uma maior possibilidade de colidir em objetos, levando a um maior risco de queda”.

Os pesquisadores disseram que uma em cada três pessoas mais velhas na comunidade cai durante um ano, mas houve pesquisas limitadas sobre os vínculos entre a queda e a retinopatia diabética.

O estudo envolveu o exame dos registros de 9.481 pessoas que viviam em Cingapura, que tinham étnia malaiense, indiana ou chinesa, com cerca de metade com 59 anos ou mais. Setenta por cento não tinham Diabetes.

Como a pesquisa envolveu as pessoas que tinham lembranças sobre  suas de queda, isso pode resultar em dados não confiáveis.

Comentando as descobertas, o Dr. Francesc Formiga, do Hospital Bellvitge Universitari de Barcelona, disse: “A retinopatia diabética muitas vezes não oferece sinais de advertência precoce. Portanto, é importante realizar um exame ocular completo pelo menos uma vez por ano”.

O estudo foi publicado pela JAMA Oftalmologia.

Fonte: diabetes.co.uk, por Jack Woodfield em 27/11/2017.

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.
Compartilhar: