Tratamento farmacológico do Diabetes Mellitus tipo 2: atualização do protocolo clínico do American College of Physicians

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Fonte: Annals of Internal Medicine, de 3 de janeiro de 2017

O American College of Physicians (ACP) desenvolveu esta diretriz para apresentar as evidências e fornecer as recomendações clínicas sobre o tratamento farmacológico oral do Diabetes Tipo 2 em adultos. Esta orientação serve como uma atualização da diretriz ACP 2012 sobre o mesmo tema e é endossada pela Academia Americana de Médicos de Família.

Com base em uma revisão sistemática de ensaios clínicos randomizados e controlados e estudos observacionais publicados até dezembro de 2015, sobre a eficácia comparativa dos medicamentos orais para o Diabetes Tipo 2 , foi publicada esta nova diretriz de tratamento. As intervenções avaliadas incluíram o uso de metformina, tiazolidinedionas, sulfonilureias, inibidores da dipeptidil peptidase-4 (DPP-4) e inibidores do co-transportador de sódio-glicose 2 (SGLT-2). A qualidade do estudo foi avaliada, os dados foram extraídos e os resultados foram resumidos qualitativamente com base na totalidade das evidências identificadas pelo uso de várias bases de dados. Os resultados avaliados incluíram resultados intermediários da hemoglobina A1C , peso corporal ,pressão arterial sistólica, frequência cardíaca, mortalidade por todas as causas, morbidade e mortalidade cardiovasculares e cerebrovasculares, retinopatia, nefropatia, neuropatia e outros danos. Esta diretriz classifica as recomendações usando o sistema GRADE (Grading of Recommendations Assessment, Development and Evaluation).

O público-alvo desta orientação inclui todos os médicos clínicos e a população-alvo de adultos com Diabetes Tipo 2 .

Recomendação 1: A ACP recomenda que os médicos prescrevam metformina a pacientes com Diabetes Tipo 2 quando a terapia farmacológica é necessária para melhorar o controle glicêmico , a não ser que exista alguma contraindicação ao seu uso. (Grau: recomendação forte, evidência de qualidade moderada).

Recomendação 2: A ACP recomenda que os médicos considerem a adição de uma sulfonilureia, uma tiazolidinediona, um inibidor SGLT-2 ou um inibidor da DPP-4 à metformina para melhorar o controle glicêmico , quando for necessário considerar uma segunda terapia oral. (Grau: recomendação fraca, evidência de qualidade moderada.) A ACP recomenda que os médicos e pacientes escolham entre os medicamentos após discutirem os benefícios, os efeitos adversos e os custos envolvidos no tratamento.

Confira o pdf. completo em: “Oral Pharmacologic Treatment of Type 2 Diabetes Mellitus: A Clinical Practice Guideline Update From the American College of Physicians”.

Fonte: news.med, acesso 4 de janeiro de 2017

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.