Um Panorama dos Congressos ADA e EASD 2015

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Nesta edição procuramos incluir informes e resumos de trabalhos que selecionamos no 75th Annual Meeting do ADA, realizado em Boston, em julho passado.

Estivemos também no Congresso Europeu EASD, ocorrido em Estocolmo na Suécia, no mês de setembro, do qual os informes e resumos serão publicados na próxima edição.

O que notamos nos dois eventos deste ano, foi o enfoque para os novos medicamentos da classe das GLIFOSINAS, tanto as que já estão no mercado, bem como as que serão lançadas.

Pelos resultados obtidos do uso dos medicamentos já lançados, houve e haverá um estimulo à pesquisa com vistas a novos lançamentos desta classe de medicação, pois estes tem se mostrado muito eficazes no tratamento do Diabetes.

O que tem sido discutido é qual seria a melhor indicação no DM2, em que tipo de paciente e utilização como segunda ou terceira droga.

Independente de que tipo de medicação, houve no EASD uma seção em que o Dr. De Fronzo defendeu uma tríplice terapia no tratamento do DM2, apesar do viés de considerar durante toda a sua palestra, apenas duas drogas do mesmo laboratório americano, já quase em desuso fora dos USA.

Os próximos medicamentos já em fase 3 ou mesmo já lançados no mercado americano e europeu, são a combinação dos inibidores da SGLTs – GLIFOSINAS, com inibidores D.P.P.4 – GLIPITINAS que ao que tudo indica será uma excelente combinação, facilitando o melhor controle e a adesão dos pacientes. Em fase 3, já com protocolos (e alguns resumos que publicaremos na próxima edição), o uso das GLIFOSINAS em Diabetes mellitus Tipo 1.

Lembramos que todos os medicamentos aprovados e em uso ainda não estão aprovados para DM1, aguardando os resultados finais dos protocolos que ainda estão em andamento.

Participamos no EASD, de um simpósio, patrocinado pela SANOFI, no qual, foi enfatizada a educação do paciente através de multiprofissionais, com as diferentes abordagens dos aspectos, médico, nutricional, psicológico e da atividade física.

Nesse mesmo simpósio foi apresentado um novo mecanismo de controle da hipercolesterolemia. Trata-se de uma nova classe de medicamentos (EVOLUMAB) que inibe um anti-corpo, anti-receptor do LDL colesterol.

Esse anticorpo é denominado de PCSK9. Portanto, esse novo medicamento bloqueia o PCSK9, disponibilizando maior quantidade de receptores de LDL nas células do fígado, o que promove maior remoção do LDL circulante. As pesquisas iniciais mostram um sucesso que vai de 40 a 60% na redução do LDL colesterol.

Dessa forma um novo medicamento virá baseado num possível mecanismo de ação, diferente de tudo que ora existe, melhorando o arsenal terapêutico no tratamento da principal etiologia que causa morbimortalidade das doenças cardiovasculares.

Outro destaque no EASD 2015, foi a publicação do estudo EMPA-REG, que é o uso da EMPAGLIFOSINA em pacientes com DM2, com fatores de risco cardio vascular (enfarte, hipertensão, angina, etc…), cujo desfecho mostrou uma vantagem de até 30% no grupo em uso de EMPAGLIFOSINA.

Outro aspecto que notamos nos dois eventos, tanto ADA, como EASD, é a tendência atual e futura da substituição da glicemia capilar pela intersticial (sub cutânea) com inúmeras vantagens, sendo a principal delas, acabar com as punções digitais, que para aqueles que necessitam de múltiplas punções, trata-se de uma sacrifício diário.

A Glicemia intersticial é feita través da colocação de um sensor subcutâneo que faz glicemia de 5/5 minutos e transmite os resultados emitidos para um aparelho do tamanho de um celular ou mesmo direto no aplicativo do celular.

Deste poderão ser armazenados os dados, fazer curvas, contagem de carboidratos, cálculos de insulina, etc…

Os sensores serão trocados a cada 7 ou 14 dias. Estes aparelhos deverão ser calibrados uma vez ou duas com glicemia capilar. O grande problema será o custo.

Estamos muito satisfeitos pelo grande avanço, tanto nas medicações, quanto na monitorização, em favor de um melhor atendimento ao paciente com Diabetes.

Atenciosamente,

Prof. Dr. Fadlo Fraige Filho

Presidente ANAD – FENAD

Titular Endocrinologista Fac. Med. FMABC

Member IDF Task Force Insulin

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.