Estudo Mostra que a Vacina COVID-19 Pode Não Ser Tão Eficaz entre Pessoas Obesas

Estudo Mostra que a Vacina COVID-19 Pode Não Ser Tão Eficaz entre Pessoas Obesas

Pesquisadores disseram que : ” Pessoas obesas que são infectadas com COVID-19 têm quase 50% mais chances de morrer por causa dele e qualquer vacina potencial pode não ser tão eficaz “.

O estudo recém-publicado usou dados de coronavírus de todo o mundo e provavelmente aumentará a pressão para que governos em todo o mundo tomem medidas urgentes para combater a obesidade.

Os EUA e o Reino Unido têm algumas das taxas de obesidade mais altas do mundo. De acordo com dados do governo americano, mais de 40% dos cidadãos americanos são obesos e, na Inglaterra, a doença atinge 27% dos adultos.

A pesquisa COVID-19, realizada por uma equipe da Universidade da Carolina do Norte (UNC), descobriu que a obesidade impacta a gravidade do vírus assassino em todos os sentidos. Seus números sugeriram que havia um risco 113% maior de ser hospitalizado, uma chance de 74% de acabar na terapia intensiva e o risco de morte era de 48%.

O autor principal, Professor Barry Popkin, do departamento de nutrição da Escola Global de Saúde Pública Gillings da UNC, disse:

“Esse é um efeito muito grande para mim. É um aumento de 50% essencialmente. Esse é um número muito alto e assustador. Tudo isso é, na verdade, muito maior do que eu esperava. ”

Em declarações ao jornal Guardian sobre os elevados percentuais relativos a mortes e internamentos, disse que os números “me chocaram, para ser sincero”.

A coautora do estudo, a professora Melinda Beck, acrescentou:

“Indivíduos com obesidade também são mais propensos a apresentar doenças físicas que tornam o combate a esta doença mais difícil, como a apnéia do sono , que aumenta a hipertensão pulmonar, ou um índice de massa corporal que aumenta as dificuldades em um ambiente hospitalar com intubação”.

“Sabemos que uma vacina COVID terá um efeito positivo em pessoas obesas, mas suspeitamos, com base em todo o nosso conhecimento de testes com a vacina Sars e a vacina contra a gripe, ela terá um benefício menor em comparação com as outras.”

A equipe está pedindo aos pesquisadores que estão trabalhando em uma vacina para garantir a realização de testes clínicos em pessoas obesas para garantir que eles possam refinar o tratamento para ajudá-los também.

Os resultados foram publicados na revista Obesity Review.

Fonte: diabetes.co.uk – Por: Editor- 08 de setembro de 2020

Compartilhar: